Dracena, Segunda - 30 de Março de 2020

Com adesão maciça, Drive Thru da Campanha Contra a Gripe imuniza mil idosos

SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO

 

 

 

O Drive Thru da 22ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, a Gripe, em Presidente Prudente, contou com adesão maciça da população prudentina acima dos 60 anos. A iniciativa, realizada nesta quarta-feira (25/03) no Prudenshopping, imunizou cerca de mil pessoas durante toda manhã, quando teve de ser encerrada em razão do término das doses no posto volante.

Segundo a supervisora da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal), Elaine Bertacco, as expectativas quanto ao Drive Thru foram superadas. “Ficamos felizes, porque população está compreendendo a gravidade do coronavírus [Covid-19] e se prevenindo contra outras doenças, como a gripe. Em anos anteriores, não tínhamos essa adesão maciça. É importante ressaltar que a vacina não é contra o Covid”, pontua.

A supervisora adianta que o Drive Thru para vacinação contra a gripe deverá ser realizado novamente ainda nesta edição da campanha. “Assim como todo projeto piloto receberá alguns ajustes e será promovido novamente, pois foi muito gratificante”.

Elaine ressalta ainda que nas próximas edições, é importante que a população tenha ciência que no Drive Thru serão vacinas apenas pessoas dentro dos veículos, e não a pé. “Algumas pessoas compareceram a pé e, consequentemente, passando a frente de outras que estavam nos veículos. Isso não será mais permitido. Pessoas a pé deverão ir à unidade de saúde”, orienta.

Por fim, a supervisora agradece ao Prudenshopping que cedeu o espaço, a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) que participou com docentes da Fenpp (Faculdade de Enfermagem) e ao McDonald’s, que gentilmente cedeu alimentação aos profissionais que atuaram no Drive Thru.

 

Outros postos – Além da vacinação no Prudenshopping, a Campanha Contra Influenza conta com outros 29 locais, entre unidades de saúde e postos volantes. Segundo a VEM, das 12 mil doses recebidas nessa terça-feira (24) pelo Ministério da Saúde, restam poucas vacinas. O órgão informa ainda que não há previsão para uma nova remessa, mas garante que não há motivo para pânico e ressalta que a iniciativa segue até 22 de maio. 

 

Foto: Marcos Sanches

 

IMAGENS