Dracena, Domingo - 22 de Setembro de 2019

Feminicídio: mulher é morta pelo companheiro em Adamantina

Mulher foi atingida com golpe de objeto cortante, no pescoço, e foi encontrada já sem vida.

 

Mulher foi atingida com golpe de objeto cortante, no pescoço, e foi encontrada já sem vida.

Por: Da Redação  atualizado: 11 de setembro de 2019 | 08h14
Mara Jaqueline Flor Dos Santos, de 29 anos, foi encontrada morta na noite desta terça-feira (10) com corte no pescoço. Agressor está foragido (Reprodução/Facebook). Mara Jaqueline Flor Dos Santos, de 29 anos, foi encontrada morta na noite desta terça-feira (10) com corte no pescoço. Agressor está foragido (Reprodução/Facebook).

Um crime de feminicídio mobilizou equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, na noite desta terça-feira (10), em Adamantina. O caso ocorreu nas proximidades da Rua João Vicente de Miranda, Jardim Primavera.

Segundo informações obtidas junto à Polícia, o homem matou a companheira, Mara Jaqueline Flor Dos Santos, de 29 anos, com um golpe de objeto cortante, atingindo o pescoço da vítima. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro à vítima. Ao chegar no local encontrou a mulher já sem os sinais vitais, caída na residência, com o corte no pescoço. Ela foi removida ao pronto-socorro da Santa Casa de Adamantina, onde foi confirmado o óbito.

Já o agressor fugiu do local e é procurado pela Polícia. Até a manhã desta quarta-feira (11) ele não havia sido localizado.   (Continua após a publicidade...)

PUBLIC

 

O local do feminicídio foi  periciado pela equipe da Polícia Científica. O corpo da mulher foi encaminhado a exames por peritos do Instituto Médico Legal (IML), para elaboração de laudo.

O velório ocorrerá no Velório Municipal de Mariápolis (ainda sem previsão) e o sepultamento está previsto para o final do dia, na mesma cidade.

O caso é  investigado pela Polícia Civil de Adamantina.

Segundo caso em menos de quatro meses

Este é o segundo caso de feminicídio registrado em Adamantina, em menos de quatro meses. Em 26 de maio passado o agente penitenciário Tiago Pina, réu confesso, matou a ex-companheira Vanessa Nery Maciel, de 30 anos, e ocultou o corpo da vítima em uma estrada rural (reveja). Ele foi preso em São Paulo, onde trabalhava, um dia após ter praticado o crime em Adamantina. Desde o dia 27 de maio ele está detido, e responde preso à acusação. O caso ainda não foi julgado.  Sigmais

IMAGENS